5 dicas para aprender com seus erros


Desde criança somos ensinados a sentir vergonha com nossas falhas, mas o sucesso não vem sem elas. Apenas não temos programada a idiossincrasia de aceitar nossos erros e levantar quando caímos.Para enfrentar essas situações é necessário audácia e coragem para entender que erros fazem parte da vida.

Desde crianças somos ensinados a aprender com nossos erros e acelerar adiante. A pesquisa, entretanto, mostra que em geral aprendemos mais com nossas vitórias e não fazemos avaliações adequadas das derrotas. Segundo os pesquisadores, há uma tendência a ignorar os erros e cometê-los novamente. Daí você se encontra repetindo o mesmo tropeço quando tinha jurado para si mesmo que nunca mais cairia nessa furada. Você não está sozinho. Seja uma recaída em álcool, cigarro, uma mancada no trabalho ou relacionamentos tóxicos, use essas 5 dias para aprender com seus erros:


Reconheça que errou.

Quantas vezes ouvimos líderes dizerem “sinto muito que você se sinta assim” ou “Que pena que não deu certo”. Essa forma passiva de culpar o outro não ajuda no aprendizado. Aceite sua responsabilidade e seu papel nas consequências.



Analise seu comportamento.

Ficar ruminando sobre erros passados não adianta nada. Tente genuinamente entender o que deu errado, como poderá fazer diferente da próxima vez e as lições que aprendeu da mancada. Escreva suas respostas para ver a situação com mais clareza: fica mais fácil usar a lógica ao invés de uma resposta emocional.


Mais uma vez: ficar ruminando erros do passado não ajuda em nada. O mais importante é usar seu tempo para planejar como fazer melhor no futuro. Escreva um plano com instruções específicas, mas flexíveis, sobre como evitar erros semelhantes.


Torne mais difícil errar novamente

Depender apenas da sua força moral para evitar um atalho para gratificação imediata é comprometer seus planos. Nem todos têm disciplina suficiente para garantir isso. Desenhe estratégias para evitar que ceda a tentações rápidas como comer, gastar, decidir impulsivamente.


Liste de razões para não cometer o mesmo erro

Muitas vezes só precisa de um momento para recair e comenter escapadelas em álcool, comida, sexo ou outros comportamentos que você quer evitar. Criar uma lista de motivos para permanecer no bom caminho ajuda a manter a autodisciplina, mesmo nos momentos mais difíceis. Você não quer mais ter contato com um ex? Escreva uma lista dos motivos! Deu vontade de conferir o instagram dele(a)? Leia sua lista.


A autodisciplina é como um músculo. No início é mais difícil manter a sobriedade, sair de um relacionamento tóxico mas o tempo e a perseverança geralmente presenteiam com bons resultados. Na maioria das vezes nossos erros não são uma grande atitude, mas pequenas atitudes seriadas que levaram à uma derrota. Analise suas atitudes, mesmo as mais pequenas e reconheça o papel de cada uma para fortalecer sua saúde mental.


Eskreis-Winkler, L., Fishbach, A. (2019). Not learning from failure — the greatest failure of all. Psychological Science, doi/full/10.1177/0956797619881133.



Posts Relacionados

Ver tudo